You are currently browsing the tag archive for the ‘santo amaro’ tag.

burdoglogo

O post começa com um pedido formal de desculpas pelo atraso.

A visita foi feita dia 7 de novembro de 2008.

De volta à rotina gastronômica das sextas-feiras os bravos barrigudos se instalaram no Burdog da Av. Santo Amaro em companhia de Fernandinho, vulgo Testa de Bexiga.
Na primeira versão do blog, os dois já estiveram nas duas unidades do Burdog. Veja aqui.
Nascido em 1968 ainda com o nome de Chico Hamburger, a atual denominação surgiu em 75, após um dissidência. Mas vamos pular as fofocas e começar os trabalhos. Acompanhados do Fernandinho, os gordos se sentaram do lado de fora, com vista para a Avenida. O barulho de ônibus incomoda um pouco, mas não chega a ser desesperador.

A MAIÔ

burdogmaio
Tradicional, simples, amarelinha e muito gostosa. Não faz feio, mas também não brilha. Básica.
Vem no potinho de louça, em quantidade exata para um sanduba. Não sobra.

X-BURGER DO PANHOCA

burdogx
Isso não muda nunca. Um bom exemplar de pão, carne e queijo tradicional.
Pão clássico, prensado e quentinho, carne bem temperada, no ponto certo e de espessura média e um queijo prato de excelente qualidade e em boa quantidade.
Vem tudo no saquinho de papel e para um pançudo glutão como eu, não mata a fome.
Não lembro do preço de nada, mas não é um assalto.

X-SALADA DO DANILO
burdogxissa

Revirando o x-salada do conhecidíssimo Burdog:
Pão: Tradicional, liso em cima, morninho. Leve e macio.
Tomate: Duas rodelas, vermelho maduro. Show. Estavam posicionadas debaixo do hamburger. Eu prefiro o tomate na parte de cima, mas não estraga o lanche, só queima um pouco o alface.
Hamburguer: Muito bom. Fino e ao ponto, muito saboroso.
Queijo: O queijo utilizado no Burdog é campeão. Perfumado (dá água na boca) e quantidade ideal, sem exagero.
Alface: Duas folhas lisas, dobradinhas e bem encaixadas por cima do queijo.

Considerações gerais: Burdog é sempre o bom e velho Burdog. Pra quem mora em regiões onde o delivery atende, não perca. Neste ponto o Panhoca pode opinar melhor que eu.

OUTRAS INFORMAÇÕES
A casa estava bem cheia e os gordos chegaram à conclusão que almoço de sexta-feira é quando o povo gosta de se lambuzar nas lanchonetes. O Burdog é um clássico lanchístico e não perde o rebolado. Lá da chapa saem fumegantes lanches, o hamburger fino, ao ponto, saboroso, seja qual for o acompanhamento escolhido. Fritas sequinhas (porção grande por R$10,30) são boas acompanhantes para os lanches (peça uma maionese à parte). Os milk shakes do Burdog costumam ser generosos. Pra quem quer se exceder existe o CheeseBurdog com picles, molho tártaro e tudo o mais. Pra fechar com chave de ouro, os Panças comportados “meiaram” um cheese calabresa que estava divinamente bem preparado. O Fernandinho detonou um “Hot Dog da casa” e não aguentou comer mais nada.

Estacionamento na unidade Santo Amaro custa R$2,00
http://burdog.com.br/